BATIZADO DE CAPOEIRA

No dia 12 de Dezembro, realizamos o segundo Batizado de Capoeira da Obra Social Dona Meca, onde nossos pequenos e adolescentes participaram da graduação de capoeira. Os mais novos ganharam seus primeiros cordéis, enquanto os mais antigos realizaram a troca dos seus. O evento foi lindo e emocionante (como esperado): vimos o avanço de algumas de nossas crianças e adolescentes, assim como os passos iniciais de outros. Momentos como a participação de Riquelme (gingando, apesar de sua dificuldade de locomoção) ou Paulinho (atuando fortemente na percussão) nos fizeram entrar em êxtase de felicidade ao presenciarmos tais conquistas.

Leia a Matéria na Integra

NATAL NA CASA LAR

Dezembro é um mês bastante celebrado na Casa Lar. Após muitas festividades, realizamos, no último dia 23, uma ceia natalina com nossos acolhidos, colaboradores e voluntários. Muitos Amigos da Obra Social estiveram presentes, dentre eles, o jogador Juan que, com sua família, abraçou a causa e vem realizando ações a serem revertidas para a construção do novo abrigo.
Leia a Matéria na Integra
festa_natal_2017

FESTA DE NATAL

No dia 20 de Dezembro, realizamos a Festa de Natal da OSDM, onde mais de duzentas crianças (entre elas, os pequenos de nossos abrigos) puderam desfrutar de um dia maravilhoso, dividido em dois turnos: (manhã e tarde – buscando, assim, atender o maior número possível de beneficiários da Instituição e oferecer, ainda, um momento particular com Papai Noel a cada uma delas). Para fazer a alegria da criançada, tivemos brincadeiras coordenadas por nossa equipe de colaboradores, que fizeram questão de organizar tudo com muito carinho, pensando em nossos anjinhos.

Leia a Matéria na Integra

VIVÊNCIAS SENSORIAIS E O DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Durante o mês de Outubro, foi realizada a Semana de Orientação da Terapia Ocupacional, abordando a importância das vivências sensoriais para o desenvolvimento infantil. Partimos da concepção dos responsáveis acerca das sensações e sua relevância. Através de diversas experiências sensoriais, como a identificação de objetos (a partir do tato ou degustação de alimentos com texturas e sabores variados), foi possível demonstrar, na prática, o funcionamento dos nossos sete sistemas sensoriais: visual, auditivo, olfativo, gustativo, tátil, vestibular (responsável pelo equilíbrio) e proprioceptivo (responsável pela informação do corpo no espaço).
Vivemos em um mundo sensorial e somos bombardeados de estímulos o tempo todo. Dessa forma, precisamos organizar, processar, filtrar, selecionar e descartar informações, de acordo com a sua relevância, através de um processo natural e biológico conhecido como integração sensorial. Quando não conseguimos integrar ou modular as informações sensoriais, o processamento sensorial não acontece de maneira adequada, podendo interferir na socialização, na funcionalidade e gerar alterações no comportamento. Nesses casos, o indivíduo necessitará de uma terapia com abordagem sensorial com atividades específicas para o seu perfil de alteração sensorial, uma vez que algumas crianças podem apresentar defensividade tátil, outras, insegurança gravitacional e, até mesmo, seletividade alimentar.
As vivências sensoriais devem estar presentes desde o nascimento, pois é através dos sentidos que aprendemos sobre o nosso próprio corpo e sobre o ambiente. Sendo assim, torna-se válido estimular as crianças a se envolverem em brincadeiras onde possam explorar texturas, temperaturas, sabores, identificar sons, experimentar cheiros e movimentos diversos, criando um contexto lúdico e respeitando sempre os seus limites e o seu tempo. As crianças com perfil de alteração sensorial devem ser acompanhadas por um terapeuta ocupacional, que será responsável por elaborar estratégias sensoriais que podem ser incorporadas nos ambientes domiciliar e escolar, a fim de minimizar os impactos gerados no cotidiano.

Texto escrito por Amanda Portella – Profissional do setor de Terapia Ocupacional da Obra Social Dona Meca – contato: a.portella@osdm.org.br
Revisão Técnica – Alexsandra Manhães. Contato: a.manhaes@osdm.org.br

VoluntaRIO

OSDM NA FEIRA DE VOLUNTARIADO DA UVA

No último dia 9 de Novembro, a Obra Social Dona Meca (OSDM) foi convidada para participar da Feira VoluntaRIO, promovida pelo Curso de Turismo da Universidade Veiga de Almeida (UVA), Campus Tijuca. Esta iniciativa reuniu ONG’s com trabalhos de grande relevância em diversos nichos de atuação como: causas ambientais, saúde, entre outros. Todos tinham como foco divulgar as oportunidades de trabalho voluntário que apoiam as suas atividades diárias, sejam administrativas ou de atendimento direto ao seu público alvo.
Para a OSDM, que completa, neste ano, 25 anos de atuação, a força de trabalho voluntária sempre esteve presente. Só foi possível manter os atendimentos, principalmente nos primeiros 10 anos, graças à solidariedade de muitos profissionais, que unidos aos nossos terapeutas e funcionários de apoio administrativo e de infraestrutura, doaram seus bens mais preciosos: seu tempo e dedicação às nossas crianças.
Por isso, gostaríamos de agradecer à UVA, pela grande oportunidade e iniciativa de sucesso, que valorizou não só o nosso trabalho mas o de muitas Instituições que também necessitam deste apoio para a perenidade de suas ações sociais, humanitárias e ambientais em prol de um mundo melhor.

Texto escrito por Mary Lucy Paz – Profissional responsável pelos setores de Voluntariado e Elaboração de Projetos da Obra Social Dona Meca – contato: ml.paz@osdm.org.br

EM PROL DA EDUCAÇÃO

EM PROL DA EDUCAÇÃO

O maior propósito do Seminário constituiu em disseminar conhecimentos e fomentar diálogos a cerca de como nós (Redes de Apoio) podemos ser contribuintes para o processo de desenvolvimento de pessoas com deficiência. E de que forma contribuir? Temos sido procurados por escolas públicas, estaduais e particulares, professores/ mediadores, para, juntos, pensarmos uma “terceira via” (Luciane Frazão, Doutora em Educação Especial e palestrante em nosso Seminário). E afinal, que via é essa? Apenas um olhar para inclusão educacional, possibilitando ao corpo discente o seu direito de fazer pertencer a esta sociedade ainda excludente. Jamais faremos o papel da escola. Apenas dialogamos, neste Seminário, sobre como a OSDM, enquanto Instituição que tem, por cunho, promover o processo de reabilitação de crianças e adolescentes com deficiência de contribuir. Tivemos, nessa trajetória até o dia do evento, a contribuição e dedicação incansável de nossa Pedagoga Tânia Oliveira, que, diante de nossas inquietações, auxiliou de forma esplêndida para que este momento de reflexão e ação tomasse forma. Acreditamos que este foi o primeiro de muitos que virão, visto que nas avaliações respondidas pelos seminaristas, ficou claro o desejo de avançarmos e dialogarmos mais sobre este contexto. Este primeiro Seminário, ainda com um formato piloto, ultrapassou os muros de nossa “Casinha”, pois gerou uma publicação para um Congresso Internacional de Educação, onde utilizamos dados dos relatórios e monitoramentos do nosso trabalho na Obra Social.
*Esta ação conta com o Apoio do Criança Esperança, através do Projeto Esportes Sem Limites.
Texto escrito por Raquel Peres e Tânia Oliveira – Respectivamente: Responsável do setor de Esportes e Pedagoga da Obra Social Dona Meca – contato: r.peres@osdm.org.br
Revisão técnica – Raquel Peres. Contato: r.peres@osdm.org.br
Semana_de_orientação_de_esportes

SEMANA DE ORIENTAÇÃO DE ESPORTES

No mês de Setembro, no período de 18 a 22, a Equipe de Esportes da OSDM promoveu a Semana de Orientação, com o tema “Ginástica Laboral – 10 min que valem por 24 horas”.
Durante as palestras, foram apresentados aos responsáveis os objetivos e benefícios deste tipo de atividade: além do pouco tempo para sua realização, não é necessário lugar nem aparelhagem especial para tal. Em uma instância, a Ginástica Laboral visa a melhoria da qualidade de vida de quem a realiza, evitando patologias e possíveis dores decorrentes de movimentos repetidos de forma sistemática do nosso dia-a-dia.
Cada palestra era encerrada com uma prática, que por ser acessível, foi muito bem aceita por todos, proporcionando um instantâneo bem estar.
Como novidade, também foi realizada a “Blitz da Saúde”, desta vez, visando os profissionais da Obra Social, onde a equipe de educação física visitou os diversos Setores da “Casa”, levando a todos a importância da prática de uma atividade física, realizando um breve alongamento e relaxamento corporal.
Nosso corpo é uma máquina e como qualquer equipamento precisa de manutenção constante. Não basta apenas colocar combustível, alimentar …  ela precisa ser cuidada para obter um bom funcionamento e longa duração.
Agradecemos a presença de todos e o apoio da Coordenação e Direção da Obra Social Dona Meca.
Texto escrito por Kátia Medeiros – Profissional dos setores de Dança e Natação da Obra Social Dona Meca –  contato: k.medeiros@osdm.org.br 
Revisão Técnica – Raquel Peres. Contato: r.peres@osdm.org.br 
Festa_das_crianças

UMA FESTA ESPECIAL

Mais um ano comemorando o Dia das Crianças na Obra Social Dona Meca e nada melhor do que realizar uma linda festa para alegrar a vida de nossos pequenos. Nesse ano, recebemos a colaboração da Bruninha Letícia e suas amigas, que ajudaram montando um espetacular cenário com a temática infantil do Mickey Mouse, além da doação de doces maravilhosos, lanches saborosos e muita diversão com a animação da Turma do Salsicha.
A festa ocorrida em 24 de Outubro, teve início pela manhã, quando as crianças atendidas nesse turno puderam aproveitar as diversas atividades elaboradas pelos profissionais da OSDM, comidas deliciosas trazidas pelos responsáveis e uma equipe de pintura facial, está além de desenhar maravilhosamente e fazer a alegria de nossos pequenos, era composta, ainda, pela mãe de uma de nossas crianças atendidas.
A diversão não parou por aí. No período da tarde, a festa continuou com o outro grupo de crianças, (uma vez que estamos atendendo em torno de 270 crianças, e não acomodaríamos bem, se todos viessem num único período). Desta forma, as crianças tiveram oportunidade de se divertir no dia dedicado exclusivamente a elas, contagiando todos os envolvidos que, de alguma forma, contribuíram para este momento tão especial, que faz muita diferença no dia a dia de nossos anjinhos.
Ao final de cada turno da festa, as crianças foram presenteadas com brinquedos gentilmente doados pelo mesmo grupo … deixando o coração de cada uma mais feliz e realizado!
Texto escrito por Ana Carolina Xavier e Mary Lucy  Paz – Respectivamente: Responsáveis dos setores de Apadrinhamento/ Relacionamento e Elaboração de Projetos /Voluntariado da Obra Social Dona Meca – contatos: a.xavier@osdm.org.br, ml.paz@osdm.org.br

 

Página 1 de 2512345...1020...Última »