Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

FISIOTERAPIA 2.0

O uso da tecnologia na Fisioterapia Neuromotora

A fisioterapia em neuropediatria necessita, além da técnica, da motivação e participação ativa do paciente. Busca-se o alcance/recuperação dos movimentos através de atividades lúdicas, que aumentem o interesse pelo atendimento, melhorem a aceitação dos comandos e posturas exigidas e que também promovam um feedback em tempo real. O setor, através de doadores, recebeu 3 equipamentos que
se encaixam nessa descrição: o jogo Nintendo Wii, a esteira elétrica e o colchão vibratório.

O ambiente virtual dos jogos do Wii proporciona a interação entre o paciente e o equipamento, sendo um instrumento valioso de reabilitação. Segundo estudos já realizados, os principais ganhos são percebidos na coordenação motora e no equilíbrio durante os movimentos, bem como no aumento e manutenção da força muscular, e na amplitude articular. A repetição dos movimentos e a autocorreção das posturas para aumentar a pontuação levam ao aprendizado motor do movimento desejado.

A esteira trouxe a possibilidade de facilitar o treino para a aquisição da marcha, e, nos pacientes que já andam, auxilia o ganho de força muscular dos membros inferiores, melhorando a qualidade dos movimentos e posturas envolvidos na marcha, além de ajudar a promover o condicionamento físico.

O emprego da esteira proporciona ao fisioterapeuta a opção de controlar tempo, intensidade e a superfície onde a marcha acontece. Assim como ocorre com o Nintendo Wii, a repetição da atividade dentro dos padrões desejados leva ao aprendizado motor.

O colchão, com suas propriedades vibratórias e de superfície instável, oportuniza vivências sensoriais que organizam a percepção corporal, levando à correção de posturas inadequadas e facilitando a aquisição de movimentos mais harmônicos. As crianças com dificuldade de foco e atenção demonstraram grande interesse e alegria nas atividades realizadas sobre o colchão.

Essas 3 ferramentas inovadoras, associadas à fisioterapia tradicional, já trazem resultados iniciais. Acreditamos que, com o uso contínuo e a melhor percepção das possibilidades que eles podem proporcionar, resultados ainda maiores virão para o público atendido.

 



 

Texto escrito por Anna Cecilia Araujo e Raquel Costa – Responsáveis pelo setor de Fisioterapia Neuromotora da Obra Social Dona Meca – contatos: ac.araujo@osdm.org.br e r.costa@osdm.org.br

TRABALHANDO EM CONJUNTO

A multidisciplinaridade é uma das características do trabalho desenvolvido por nós na OSDM, no que diz respeito às terapias. Também buscamos a troca de informações e orientações junto à escola, membros da família e médicos. Recentemente, nossa equipe teve a oportunidade de se reunir com Dr Caio Abujadi – psiquiatra infantil, referência no trabalho com pacientes inseridos no transtorno do espectro autista, e colaborador do Instituto Priorit – a fim de otimizar o tratamento oferecido às nossas crianças.

Leia a Matéria na Integra

CITI VOLUNTEERS

No dia 10 de Junho a equipe do Citi Brasil Rio veio nos visitar e trouxe consigo muita vontade de ajudar! Como parte das ações do #citivolunteers , eles pintaram e reformaram as àreas de nossa piscina e pátio, além da arrecadação de inúmeras doações. E, para deixar tudo ainda mais profissional, a Araújo Abreu Engenharia decidiu ajudar e dar um toque especialista no acabamento da atividade. Muito obrigado a esta galera nota mil, por todo o carinho conosco. Nossas crianças e equipe agradecem pela nova e revitalizada área da Instituição!

 

Texto escrito por Anderson Gama – Responsável pelos setores de comunicação e Marketing da Obra Social Dona Meca – contato: a.gama@osdm.org.br

 

FUNÇÕES EXECUTIVAS E PSICOMOTRICIDADE

A Semana de Orientação ministrada pelo Setor de Psicomotricidade trouxe o tema “O corpo e as funções executivas (FE)”, no intuito de apresentar o papel importante das mesmas no desenvolvimento de habilidades fundamentais para o convívio social, sucesso acadêmico, tomadas de decisão e resolução de problemas diários.
As funções executivas podem ser definidas como o conjunto de processos cognitivos que, de forma integrada, permitem ao indivíduo direcionar comportamentos a metas, avaliar a eficiência e a adequação desses comportamentos, abandonar estratégias ineficientes e, desse modo, resolver problemas imediatos, de médio e longo prazo (Malloy-Diniz et al,2008).
Vários tipos de habilidades fazem parte das FE. Dentre elas, podemos citar: planejamento, organização, iniciação de tarefas, auto monitoramento, flexibilidade cognitiva, controle inibitório, regulação emocional, memória de trabalho, dentre outras. E destas, as três principais evidenciadas pelos pesquisadoresforam escolhidas para serem expostas aos responsáveis: a memória de trabalho, o controle inibitório e a flexibilidade cognitiva.
Este tema é extremamente relevante já que um bom funcionamento executivo está relacionado a diversos aspectos positivos, tais como competência nos domínios social, emocional e escolar. O desenvolvimento do potencial máximo das funções executivas é um processo que requer tempo e isso se deve, de certa forma ao amadurecimento mais tardio do córtex pré-frontal (Carvalho e Abreu, 2014).
Mas, se por um lado, um nível elevado de funcionamento executivo está associado a diversos benefícios, por outro, o funcionamento executivo deficiente está presente em diversos casos clínicos (transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, transtorno obsessivo compulsivo, transtornos globais do desenvolvimento, transtornos de aprendizagem, dentre outros). E, por isso, a estimulação das funções executivas é imprescindível ao direcionamento e regulação de várias habilidades intelectuais, emocionais e sociais (Dias, Menezes e Seabra, 2010).
Desta forma, o Setor de Psicomotricidade apresentou, através de uma linguagem simples e acessível (de maneira lúdica, por meio de vídeos e dinâmicas), o conceito e a importância das funções executivas .
O principal objetivo desta Semana de Orientação, foi portanto conscientizar e engajar os responsáveis atendidos pela OSDM para a importância do trabalho desenvolvido pela Psicomotricidade ( juntamente com as demais terapias), assim como para a estimulação das funções executivas das crianças e adolescentes em suas próprias casas, através de algumas brincadeiras sugeridas.
A Semana foi bem proveitosa, já que foi possível sanar diversas dúvidas sobre o Setor e o tema proposto, vivenciando momentos agradáveis, graças à participação de todos os responsáveis.
Sendo assim, agradecemos a cada um pela participação e nos colocamos a disposição para esclarecer quaisquer dúvidas inerentes ao Setor de Psicomotricidade.

Referencias:
CARVALHO, Chrissie; ABREU, Neander. Estimulando Funções Executivas em sala de aula: o Programa Heróis da Mente. Anais do Seminário Tecnologias Aplicadas a Educação e Saúde, v. 1, n. 1, 2014.

DIAS, Natália Martins; MENEZES, Amanda; SEABRA, Alessandra Gotuzo. Alterações das funções executivas em crianças e adolescentes. Estudos interdisciplinares em Psicologia, v. 1, n. 1, p. 80-95, 2010.

MALLOY-DINIZ L. F., CAMARGO, C. H. P., COSENZA, R.M., FUENTES, D. et. al. (2008). Neuropsicológica – Teoria e Prática. Porto Alegre: Artmed.

Texto escrito por Michele Ribeiro, Raquel Peres e Roberta Lopes – psicomotricistas da Obra Social Dona Meca – contatos: m.ribeiro@osdm.org.br , r.peres@osdm.org.br e r.lopes@osdm.org.br

FESTA DA SINHÁ MECA

Como já é tradição, a OSDM participou por mais um ano do arraiá Sinhozinho Eurípedes e da Sinhá Meca, organizado pela Casa Espiríta Eurípedes Basanulfo. Este aconteceu no sábado, dia 10 de junho de 2017, quando aproveitamos para encontrar amigos, nos divertir, comer e ajudar. Algumas Instituições trouxeram suas barraquinhas para arrecadar fundos. Participaram deste evento:

CEEB (Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo)
– Ofertando bolos deliciosos, doces maravilhosos e aquele feijão tropeiro! Também trouxeram seu bazar e puderam contar com a ajuda engajada da Mocidade Espírita, na barraca de livros e brincadeiras.
Núcleo Vila Sapê
– Milho quentinho e Cachorro quente.
CEFAC
– Caldos reconfortantes que ajudaram no friozinho.
Lar Paulo de Tarso
– Biscoitos e café acarinhando a gastronomia.
OSDM
– Churrasquinho gostoso, bebidas e bazar com brinquedos que fizeram a festa da garotada.
Agradecemos a todos que participaram deste evento, trazendo diversão fraterna, amizade e solidariedade. Em especial aos nossos voluntários: Lizete, Valéria Relvas, Terezinha, Anderson e Maurício (pais), Henrique, Roberta e Tânia .
Além dos colaboradores da OSDM, agradecemos o carinho e atenção da Mocidade do CEEB, que ajudou nossa esquipe na desmobilização das barracas.
Foi uma tarde muito agradável com brincadeiras, quadrilha, sorteios e muita comida típica… Aliás, que delícia de quitutes!!!! Quem não foi, perdeu!

Texto escrito por Tânia Oliveira – Pedagoga da Obra Social Dona Meca – contato: t.oliveira@osdm.org.br

 

FESTA DE PÁSCOA

Abril é o mês da Páscoa! E como já é tradição na OSDM, no mês anterior, começamos a fazer nossa campanha a fim de distribuirmos chocolates às mais de 250 crianças e adolescentes atendidos na Obra Social Dona Meca. E, neste ano, pela primeira vez, fizemos uma mudança. Alteramos os pedidos (que antes eram de ovos de páscoa) para caixas de bombom, pensando na atual conjuntura de nossa nação e buscando atender a todos os nossos pequenos. A mudança foi um sucesso e nos ajudou a arrecadar doações para todos. Graças ao apoio de inúmeros colaboradores, grupos de pessoas e empresas. Na arrecadação o nosso sucesso foi tamanho, que pudemos redistribuir alguns dos chocolates recebidos para outras Instituições que realizam um trabalho sério e dedicado podendo compartilhar alegrias, momentos felizes e estes chocolates deliciosos.

Com os bombons garantidos, era a hora de focar na festa, para que este fosse mais um dia inesquecível na memória de cada um de nós. Pensando nisso, os profissionais da Casa desenvolveram circuitos sensoriais, a fim de instigar e incluir a todos (levando-os a experenciar novos estímulos, além é claro de trabalhar com os que já são agradáveis a todos), tudo com muita música e animação. Profissionais e crianças aproveitaram para entrar no espírito da festa e caracterizaram-se de “coelhinhos”. E como bons brasileiros, não poderia falta o grupinho do futebol, mas também rolou bola na cesta, boliche e boca do coelho. A ornamentação também ficou linda, com uma mesa central enfeitada com o tema “Páscoa” e muitas cenorinhas, incorporando mais alegria a todos. Este ano, a pedido dos responsáveis, voltamos a dividir a festa de páscoa em dois horários, buscando que o maior número possível de atendidos pudesse participar. O evento também contou com muita comida gostosa: pasteis, salgadinhos, cachorro-quente, docinhos e um bolo delicioso – Recebidos através de apoio à Instituição por parte dos responsáveis, apoiadores, voluntários e colaboradores (mostrando, novamente que juntos podemos muito mais).

Por fim, entregamos os chocolates para a felicidade geral. Gostaríamos de agradecer a todos pelo empenho e dedicação. Isto nos dá força e energia para desenvolvermos um trabalho melhor, a cada ano, mês, dia, minuto…! Muito obrigado.

 

Texto escrito por Anderson Gama – Responsável pelos setores de Comunicação e Marketing da Obra Social Dona Meca – contato: a.gama@osdm.org.br

A OSDM CADA DIA MELHOR.

Ainda no mês de Abril foi realizada a Assembleia Geral Ordinária para eleição da nova diretoria, como ocorre a cada 02 anos. Além da votação, durante a reunião foram debatidos alguns temas atuais, tais como o período de recessão que todos temos vivenciado e seus impactos diretos e indiretos sobre a OSDM. Foram debatidas estratégias para superar as dificuldades financeiras, como a realização de campanhas, pontuando-se a permanente necessidade de transparência, sempre priorizada em toda a trajetória da Obra Social Dona Meca.

Leia a Matéria na Integra

PROTEGER E SERVIR

Este é o lema daqueles que têm como profissão a árdua tarefa de proteger os cidadãos fluminenses. Imaginamos como isto deve ser duro e, muitas vezes, ações desenvolvidas pelos mesmos passam desapercebidas. Por isso, gostaríamos de aproveitar este espaço para parabenizar os policiais do 18º BPM RJ, os quais se empenharam na Campanha de Páscoa da OSDM e conseguiram doar inúmeras caixas de bombons, fazendo a alegria da nossa garotada no dia da entrega.

Leia a Matéria na Integra
Página 1 de 2212345...1020...Última »