Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

O Cotidiano em um blog

Tudo começou com uma conversa informal na hora do almoço. Estávamos conversando eu, as profissionais do setor de terapia ocupacional e a de pedagogia da instituição.  Até que começamos a falar sobre o cotidiano de nossos pequenos, neste momento relatei que eu tinha um sonho de aproveitar todo o Branding* e influência da Obra social Dona Meca dentro das redes sociais e internet para dar voz e empoderar as nossas crianças e adolescentes. Afinal, se estamos falando sobre deficiência, as vozes deles devem ser sempre as primeiras a serem ouvidas.

Leia a Matéria na Integra
Primeiro torneiro de Bocha na OSDM

PRIMEIRO TORNEIO DE BOCHA

Em Setembro ocorreu o primeiro Torneio de Bocha da Obra social Dona Meca e, para entendermos melhor o que isso significa, precisamos compreender, de uma forma mais ampla, esse contexto e a importância de tal evento.

A Bocha foi introduzida nos Jogos Paralímpicos em Nova York e Stoke Mandeville, em 1984, sendo um esporte que requer concentração, controle muscular e muita precisão. No contexto Paralímpico, ela é destinada a pessoas com paralisia cerebral (ECI) e outras patologias neurológicas. Praticada, atualmente em 42 países, ficou conhecida no Brasil em 1995 por dois atletas brasileiros inscritos no atletismo no Pan Americano de Mar Del Plata, (convidados a participar -de improviso- no torneio de bocha, visando a aprendizagem e a futura implantação do esporte).

As primeiras competições de bocha adaptada no campo da deficiência aconteceram na Dinamarca, em 1982.
Em 2016, com as Paralímpiadas do Rio e com o sentimento de que seria algo que poderíamos trabalhar em conjunto (em prol de um novo norte para os nossos atendidos), a bocha foi introduzida na grade de atividades do setor de esportes na OSDM.

O Torneio contou com medalhas para todos os Participantes – foram 8 atletas da OSDM e dois convidados sensacionais: o nosso querido amigo Léo Barcellos ( que realizou seu sonho de jogar bocha pela primeira vez!) e o paratleta Matheus. Além deles contamos com a participação de Bruna Nogueira, árbitra oficial de bocha e regulamentada pelo CPB. O Torneio foi emocionante e, sem dúvidas, um grande marco para todos nós, da Obra Social Dona Meca. Gostaríamos de aproveitar para parabenizar todos os envolvidos e os nossos grandes guerreiros!

Texto escrito por Anderson Gama e Redney Cruz – Respectivamente responsável pelo setor de Comunicação e Marketing e Profissional de Educação Física atuando no setor de Esporte da Obra Social Dona Meca – contatos: a.gama@osdm.org.br e r.cruz@osdm.org.br. Revisão Técnica – Raquel Peres (r.peres@osdm.org.br)

Veja o que rolou!

Blog do cotidiano da OSDM

BLOG DO COTIDIANO

Em Setembro foi lançado o Blog do Cotidiano: um sonho antigo do Setor de Comunicação e Marketing da Instituição e um pedido dos nossos mais diversos públicos. Falamos isso, pois, a cada vez que inseríamos espaços sobre a realidade de nossos pequenos, compartilhávamos histórias do seu dia-a-dia e de suas vitórias, víamos uma repercussão muito positiva. Decidimos, então, utilizar isso para empodeirá-los, auxiliar no nosso processo de comunicação e dar a oportunidade deles se expressarem e serem ouvidos. Afinal de contas, a Obra Social Dona Meca conta com uma vasta presença comunicacional on e off-line, então, por que não utilizarmos disto para dar voz a quem mais interessa ? Esta foi a pergunta que nos gerou inquietação, pois gostaríamos que o processo contribuísse, de uma forma global e integrada, para os nossos adolescentes. E então, em uma conversa informal com as profissionais do setor de Terapia Ocupacional ( Amanda Portella e Patricia Lorena) da Instituição, foi apresentada a ideia de seguir um planejamento terapêutico que iria contribuir a desenvolver as AVDs das crianças e todo esse acompanhamento (e a garantia do ganho seriam realizados) das profissionais. Desta forma, elas trabalhariam a coordenação motora, fina atenção e concentração participantes, através do processo da escrita e em seguida, transmitiriam tudo ao computador, (para isso, utilizamos um computador adaptado com teclado e mouse que proporcionariam uma melhor usabilidade de nossos pequenos).

Conforme o processo foi se desenvolvendo, outros profissionais adquiriram interesse em participar da iniciativa, pois perceberam que a mesma traria benefícios diversos, de acordo com a necessidade de cada uma de nossas crianças. Hoje, nós somos 9 (5 profissionais e 4 adolescentes), que tem muito pra dizer e compartilhar. Nomeamos este espaço como “Blog do Cotidiano” e já postamos alguns textos por lá. A ideia é que os profissionais relatem como o trabalho tem sido desenvolvido, seus ganhos e etc. Enquanto isso, nossos adolescentes falam do seu dia-a-dia e dos fatos que mais lhe interessam. Acesse nosso site para saber mais: www.blogdocotidiano.com.

Texto escrito por: Anderson Gama – Responsável pelos setores de Comunicação e Marketing da Obra social Dona Meca – a.gama@osdm.org.br
Colaboração – Amanda Portella e Patricia Lorena (a.portella@osdm.org.br e p.lorena@osdm.org.br)
Revisão técnica – Alexsandra Manhães (a.manhaes@osdm.org.br)

 

Setembro amarelo na OSDM

EM PROL DA VALORIZAÇÃO DA VIDA

Durante o mês de Setembro, ao redor do mundo inteiro, acontece a campanha conhecida como ‘’Setembro Amarelo’’, que fala sobre a valorização da vida e a conscientização da prevenção contra o suicídio. O Setor de Psicologia da OSDM aderiu à campanha, trazendo para esse tema rodas de debate e conversa, dentro da nossa semana de orientação. Além disso, como parte da ação, a Instituição vestiu-se de amarelo nossos colaboradores e voluntários que se propuseram a ouvir a todos que desejassem conversar e espalhamos mensagens sobre a valorização da vida por toda OSDM.

Devido aos números alarmantes envolvendo suicídio no Brasil, achamos importante levar esse tópico aos responsáveis, colaboradores e voluntários, trabalho este que impacta diretamente em nossas crianças. Nosso objetivo é informar, desmistificar em alguns pontos, trocar informações e, ainda que de forma relativa, capacitar ao máximo as pessoas para saberem conduzir da melhor forma uma situação que possa ser vivenciada por algum vizinho, membro da família ou mesmo por alguns de nós em relação ao tema. Buscamos trabalhar de uma forma bem dinâmica e utilizando, sempre, como gancho a valorização da vida, demonstrando que existem outras opções e, é claro suavizando um tema que é considerado por muitos como tabu. Afinal de contas, falar é sempre a melhor opção, pois, além de conscientizar através do diálogo, conseguimos chegar até o próximo que possa estar precisando de alguma palavra amiga ou de um acalanto. Nós acreditamos na humanidade e temos certeza de que, cada um se envolver nesta luta, levar a sério tal questão e tratá-la abertamente, esses números poderão diminuir ou, até mesmo, desaparecer.

Texto escrito por: Henrique Almeida – Psicólogo da Obra Social Dona Meca – h.almeida@osdm.org.br

25 ANOS

Esta é a 5ª Edição da nossa linha do tempo. Decidimos desenvolvê-la para demonstrar aos nossos amigos e parceiros a trajetória da OSDM até os 25 anos de reconhecimento.

Linha do tempo 5 edição

 

Página 1 de 2412345...1020...Última »