JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

Sônia percebeu que seu filho Artur de apenas quatro anos tinha algum problema de saúde. Ele caía toda hora, ficava cansado quando tinha de andar muito e parecia ter preguiça de subir escadas. Quando sentava no chão, precisava de um apoio para levantar-se. Apoiava a mão no chão, depois no joelho, na coxa e, finalmente ficava de pé.

Leia a Matéria na Integra