Seja um voluntário na OSDM

Nos últimos dias 26 e 27 de Junho, ocorreram os encontros da 1ª Capacitação de Voluntários, no ano de 2015. Foram 38 inscrições, com 70% de presença. Porém, nos três encontros – (manhã e tarde do dia 26 e manhã do dia 27), o total de participação foi de 54 candidatos, visto que algumas pessoas que não se inscreveram (por telefone ou e-mail), compareceram ou acompanharam alguns voluntários que já realizam seu trabalho no bem aqui na OSDM. Destes participantes totais, aproximadamente 60% sinalizaram que se identificavam mais com o trabalho realizado nos abrigos, principalmente pelo entusiasmo e alegria que a vinda dos bebês e crianças da Casa Lar Balthazar trouxe à nossa casa.

Assim, queremos parabenizar a todos que se disponibilizaram a conhecer nossa obra, passar algumas horas analisando a possibilidade de realizar seu trabalho voluntário em nossa Instituição e, principalmente por terem se deslocado até a OSDM com um intuito tão grandioso que é doar-se em prol de uma causa bastante desafiante: atendimento às crianças com deficiência, potencializada pela tarefa de zelar e cuidar dos pequenos cidadãos acolhidos em nossos abrigos – Casa Lar Dona Meca e Casa Lar Balthazar.

Desejamos a todas as pessoas que doam seu tempo como voluntários que sempre encontrem felicidade em ajudar ao próximo e que nós, da Obra Social Dona Meca, possamos sempre recebe-los com muito carinho, dando esta oportunidade de crescimento pessoal, profissional e espiritual à este exército do bem. Que este unido à nossa equipe de colaboradores, faça render bons frutos e perpetuar este lindo trabalho de amor.

Parabéns pelo Dia Nacional do Voluntariado – 28 de agosto.

Àqueles que queiram se integrar a esta grande família e conhecer um pouco mais sobre o trabalho voluntário, os setores disponíveis e a estrutura de atendimento nas três casas, basta se inscrever para a próxima capacitação a ser realizada no dia 25 de setembro, em dois horários a escolher: 09 ou 14 horas. Informações e inscrições: voluntariado@osdm.org.br.

*Texto escrito por Mary Lucy Paz – Responsável pelos Setores de Voluntariado e Elaboração de Projetos.

A higiene pessoal infantil

A Semana de Orientação do Setor de Hidroterapia foi muito produtiva, pois os pais receberam informações importantes (sobre como a higiene pessoal é essencial para a criança), e orientações de como proceder quando se tornarem independentes, se for o caso. Tópicos que contribuem muito para o dia-a-dia de qualquer indivíduo.

Buscamos informar e sanar as dúvidas da melhor forma possível, mas, mais do que isso, trocamos experiências sobre o assunto. A participação dos pais foi crucial pois, através da mesma buscamos entender as maiores dificuldades, a fim de auxiliarmos em formas de resolver tais questões.

Um dos assuntos abordados foi a importância do incentivo que eles transmitem para seus filhos: ensinando a escovação dos dentes, levando ao dentista periodicamente (para a limpeza profunda e a aplicação de flúor), o cuidado constante com a lavagem das mãos e a limpeza das unhas (tanto das mãos quanto dos pés). Desta forma, buscamos criar hábitos e assim, tornar esses momentos de higiene mais prazerosos.

Também foi comentado na palestra sobre a vestimenta apropriada para as crianças praticarem a hidroterapia e a limpeza do ambiente na piscina…. Ao final da palestra, foi realizada uma dinâmica com um quiz, ressaltando questões abordadas, onde os pais se divertiram respondendo com exatidão e tirando dúvidas das informações recebidas.

Gostaríamos de agradecer a todos os responsáveis que participaram de forma ativa de nossa Semana de Orientação.

*Texto escrito por Janaina Cazemiro – Setor de Hidroterapia.

Que arraiá “bão sô”

Nos dias 18 e 19 de Julho, realizamos O Arraiá Beneficente Dona Meca, evento aberto ao público e com intuito de arrecadar fundos para a Instituição, promovê-la através da festa e aumentar o envolvimento com a comunidade, além, é claro, de divertir e entreter os nossos pequenos (e os não tão pequenos assim!).

O Arraiá foi um completo sucesso! Contamos com as mais diversas apresentações dos nossos jovens e crianças como as de dança, teatro e a quadrilha, na qual tivemos um casamento divertidíssimo. Tivemos, ainda, muitas brincadeiras: pula pila, boca do palhaço, pescaria… Além disso comidas típicas que estavam “pra lá de baum, sô”, animadores que não deixa-vam ninguém parado ou de fora dessa grande festa e um “cabra” que “puxava” quadrilha de um jeito sem igual. Mais um dia para recordarmos com muita alegria.

Gostaríamos de aproveitar para agradecer a todas as mamães, voluntários (da Casa, do Núcleo Chico Xavier, CEEB, das Mocidades…) e profissionais que nos ajudaram a fazer tudo com muito carinho e organizar o evento da melhor forma a fim de receber a todos. Gostaríamos também de agradecer aos que vieram nos prestigiar e trouxeram seus amigos e familiares tornando esta festa ainda mais bonita, cheia e divertida. E não poderíamos esquecer os que contri-buíram -com a nossa festa nos doando itens ou meios de adquirir os mesmos- para que, dessa forma., pudéssemos organizar tudo. O trabalho, ajuda e empenho de vocês foi, é e sempre será fundamental para que possamos -juntos -manter essa “obra do bem” que há muito vem ajudando a tantas famílias. Muito obrigado.

*Texto escrito por Anderson Gama – Setor de Desenvolvimento Institucional & Comunicação.

Léo, o leão

Este ano, teremos uma nova edição do Desafio Campeões da Vida (antiga “Copinha”), competição esportiva que visa promover a interatividade entre as crianças e adolescentes da casa (em especial os participantes do Projeto Esportes Sem Limites) e de outras Instituições que atendem a um público similar ao da Obra Social Dona Meca, além de desenvolver os conceitos de sociabilização e o espirito esportivo. Além disso trata-se de uma forma de mensurar os resultados atingidos pelas crianças e profissionais da Instituição, em busca da superação de seus limites.

Este ano, buscando uma maior interação com o público e com a comunidade, decidimos fazer um concurso, através do qual escolheríamos o novo Mascote do Desafio. Fizemos as eleições via internet, possibilitando, desta forma, que todas as pessoas interessadas pudessem votar e também fizessem parte deste novo momento tão especial. Assim iniciamos a votação em Março e finalizamos a mesma em Maio, Possibilitando a participação do maior número possível de interessados.

Em Junho e Julho, re-desenhamos o mascote, adaptando o para o padrão necessário (para utilizá-lo nas peças da competição) e apresentamos o mesmo ao seu Criador: Herick Augusto, 14 Anos (participante pelo Projeto). Convidamos Herick para pintar o novo mascote, e o resultado final foi esse leão super colorido e muito bonito! Gostaríamos de agradecer a todos os envolvidos e parabenizar novamente os participantes. Foi lindo poder realizar esta belíssima ideia com vocês!

*Esta ação faz parte do Projeto Esportes Sem Limites, patrocinado pela Petrobras e pelo Governo Federal.

*Texto escrito por Anderson Gama – Setor de Desenvolvimento Institucional & Comunicação.

Formação dos hábitos alimentares na infância

Com o objetivo de conscientizar os pais sobre a importância na vida alimentar dos filhos, a Semana de Orientação de Nutrição aconteceu de 15 a 19 de Junho, abordando a influência dos pais na alimentação e na construção dos hábitos alimentares de seus pequenos.

Os hábitos alimentares são construídos ainda na infância, no período de 0 a 2 anos, quando acontece o desmame (em alguns casos) ou a diminuição na freqüência das mamadas, e é introduzida a alimentação complementar. Neste período, acontece a formação do caráter alimentar da criança (hábitos alimentares), período muito propício para a oferta de todos os gêneros alimentares, facilitando para que a criança tenha uma boa aceitabilidade a diversos alimentos na vida adulta. Vale ressaltar que estes hábitos também sofrem influência do meio em que a criança está inserida, como a escola, projetos ou até devido à condição financeira da família, em determinados períodos. Por isso, é tão importante que a alimentação dos pais seja exemplo aos filhos e que o consumo de alimentos industrializados não seja frequente e nem estimulado.

Dados do Ministério da Saúde revelam que, entre as crianças brasileiras de 5 a 9 anos de idade, 16,6% dos meninos e 11,8% das meninas são obesos e 34,8% dos meninos e 32% das meninas, também nessa faixa etária, têm sobrepeso. De uma forma geral, a velocidade em do aumento das estatísticas sobre o excesso de peso está muito maior nas crianças do que na população adulta, o que está muito relacionado à cultura alimentar, influências de publicidades, fast foods, comida congelada e a “falta de tempo”.

A alimentação em grupo favorece a modificação dos hábitos e influencia na construção dos mesmos, sendo o ambiente familiar o melhor lugar para iniciar qualquer modificação ou começar a introdução alimentar de forma correta. Para isso, é fundamental que a família – ou o ambiente em que a criança vive – tenha educação nutricional.

*Texto escrito por Jéssica Castelo – Nutricionista da OSDM.

Escola de pais

Durante os meses de Março a Julho, aconteceram os encontros da Escola de Pais da OSDM – iniciativa desenvolvida pelos setores de Psicologia ( profissionais Henrique Almeida e Nívea D’Alincourt) e Pedagogia (profissional Tânia Oliveira) que objetiva conscientizar os pais sobre a importância familiar, otimizar a mesma e o mais importante: visa a troca de experiências entre os profissionais e responsáveis. Durante esse período, a Escola de Pais foi dividida em 4 grupos, sendo dois às terças-feiras e dois às quinta-feiras, em turnos alternados (manhã e tarde), atendendo cerca de 80 responsáveis (incluindo avós e cuidadores).

Como todo novo projeto, início da Escola de Pais encontrou uma certa resistência, devido à falta de compreensão da ideologia real por trás dela. Entretanto com o passar do tempo e o desenrolar dos 14 encontros, os responsáveis compreenderam melhor o objetivo e se envolveram cada vez mais, falando de forma entusiasmada sobre o Projeto e até buscando conscientizar aos demais sobre a importância de participar.

Para celebrar o término do primeiro ciclo da Escola de Pais, os responsáveis realizaram confraternizações e receberam também o seu certificado de conclusão (para todos os que atingiram, no mínimo, 70% de presença) e uma lembrancinha mega especial para os que não perderam nenhum dos encontros. Em breve, abriremos novas turmas e esperamos ter esta mesma troca,a fim de aprofundar e melhorar cada dia mais esse espaço de reflexão.

*Texto escrito por Anderson Gama – Setor de Desenvolvimento Institucional & Comunicação.

A Massoterapia na OSDM

[printfriendly]

Infográfio - A Massoterapia n OSDM

Durante a semana de orientação de Fisioterapia as Profissionais da Casa explicaram as funções da massoterapia e como aplica-la em casa, dando continuidade aos trabalhos desenvolvidos na instituição.

Dia de Realeza

Em Junho, recebemos uma ação mais que especial em Parceria com a Rio Inclui e a Jovem Sophia Simon, na qual foram doadas roupas das marcas Cantão, Kenner e Redley para os nossos pequenos e seus familiares. Foi um dia de realeza.

A ação partiu da jovem Sophia, que sempre teve interesse em ajudar projetos sociais como a Obra Social Dona Meca. Para tal, a mesma procurou a Instituição RIOinclui, que a direcionou desenvolver esse evento.

Os responsáveis ficaram lisonjeados. “Gostei muito da ação. Acho que seria muito legal que acontecesse outras vezes e acredito que pode ser o começo de uma nova parceria que beneficiará todos os atendidos pela OSDM. ” disse Maria do Socorro (Mãe do Alejandro, 4 anos atendido pela OSDM).

Sophia também adorou nos visitar, brincou com os nossos pequenos e se encantou pelo trabalho que desenvolvemos.

Gostaríamos de agradecer à Sophia e a equipe RIOinclui pelo lindo gesto e pela bela manhã.

*Texto escrito por Anderson Gama – Setor de Desenvolvimento Institucional & Comunicação

Cigarro: O grande vilão!

Com caráter informativo, anualmente a OSDM promove todo ano a semana de orientação da Fisioterapia Respiratória, sempre com temas e assuntos ligados à área. Este ano, foi a vez da conscientização e divulgação dos malefícios do tabaco e suas conseqüências.

É assustador ouvir falar que o cigarro mata mais de 5 milhões de pessoas (segundo OMS – Organização Mundial da Saúde), e é a principal causa de morte evitável no mundo!

Sendo este também o responsável por causar alterações do sistema respiratório, tanto do fumante ativo quanto do fumante passivo. (Lesionando as áreas de entrada e saída do ar, limitando as atividades de vida deste indivíduo e causando dependência química da nicotina).

O uso do tabaco pode levar ao câncer de pulmão, enfisema pulmonar, bronquite, infarto do miocárdio, infecções respiratórias diversas, AVC, dentre outros.

A Fisioterapia Respiratória atua desde o quadro agudo de infecções ao quadro crônico das patologias respiratórias, objetivando facilitar a fornecer ventilação e a desobstrução pulmonar, orientações e, com isto, melhorar a qualidade de vida do paciente.

As orientações sobre os fumantes passivos (nossas crianças) – e como auxiliar na prevenção de complicações do trato respiratório – melhoram a qualidade de vida de todos.

Vale ressaltar Muitos responsáveis ficaram assustados com os dados e solicitaram maiores informações de locais para deixarem de fumar.

Algumas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) já oferecem tratamento gratuito aos fumantes que desejam parar de fumar. O fumante também pode receber o aconselhamento gratuito pelo telefone do Disque Saúde 0800-61-1997.

Respire com qualidade, respire melhor, pare de fumar e você dará um importante exemplo aos seu filhos a sua comunidade!

*Texto escrito pela Equipe de Fisioterapia Respiratória – Bruna Gean e Fernanda Santana

Página 10 de 22« Primeira...89101112...20...Última »