CAPACITAÇÃO

Continuando a programação do Projeto MECA EM REDE, a Obra Social Dona Meca promoveu o curso “Avaliação e Intervenção na Criança com Transtorno de Desenvolvimento”. Catula Maia e Rosana Fachada, psicólogas convidadas pela instituição, abordaram as características e tratamentos no Autismo, Síndrome de Asperger, TDAH, entre outros temas. Foram dois dias de grande troca de experiências e aprimoramento nas técnicas de atendimento a este público.

Lidiane Barros, ganhadora de uma bolsa integral em sorteio no facebook, comentou o conteúdo abordado: “O curso foi realmente maravilhoso! Contribuiu significativamente para minha continuada aprendizagem, pois as expositoras foram brilhantes em suas palestras! Elas souberam colocar, de forma prática e objetiva, parte dos seus anos de vivência no trabalho com crianças portadoras de necessidades especiais. Aprendi com elas que a primeira etapa e a mais importante para uma intervenção ser bem sucedida é a afetividade e isso elas demonstraram com bastante clareza o amor que dedicam ao trabalho”. 

Vários pais e responsáveis da OSDM também assistiram ao curso, conhecendo um pouco mais das patologias de seus filhos, suas características, além de orientações e dicas para um melhor convívio no lar.

Além disso, dez crianças, com diferentes características do Transtorno de Desenvolvimento, foram convidadas para as aulas práticas e tiveram uma participação fantástica.

Acima de tudo, o objetivo deste projeto é a capacitação para o atendimento ao público com deficiência, apresentando uma metodologia de sucesso com mais de 20 anos.

Obrigado a todos que contribuíram para o sucesso deste evento!

Estrutura OSDM

Amar ao próximo é a primeira lei da vida, a qual nem sempre damos valor, seja quando não nos preocupamos em demonstrar nossos sentimentos às pessoas que amamos ou quando nem sequer valorizamos este gesto tão singelo e lindo de viver e sentir. Só pessoas que amam umas às outras podem ter tal desprendimento e sabedoria de investir no semelhante, nos sonhos e nos projetos de vida de outros. Assim, doar a uma causa como a nossa é confiar que este trabalho tem sua finalidade pautada nos princípios da vida, solidariedade, apoio aos mais necessitados e, principalmente,  oportunidade de crescimento a todos que passam ou passaram pela OSDM ao longo destes 20 anos de intensa doação de tempo, de recursos, de carinho às crianças especiais. Mas como manter esta estrutura de atendimento com qualidade por tanto tempo?

Hoje, para manter uma instituição como a OSDM, com o título de Utilidade Pública Federal, referência no RJ na área do atendimento à pessoa com deficiência, há de se considerar a questão financeira como primordial, visto que esta possibilita a manutenção de uma equipe profissional especializada e outra de apoio à infraestrutura de qualidade que fazemos questão de oferecer aos nossos pequenos.

Assim, temos as DOAÇÕES como principal fonte de recursos, realizadas de diversas formas: primeiramente, os donativos em produtos e serviços (doados por nossos colaboradores, voluntários, empresas parceiras).

Em seguida, temos a modalidade de aquisição de recursos financeiros, ou seja, em espécie: receitas advindas do brechó, dos eventuais bazares e almoços beneficentes, além, é claro, de carnês, boletos bancários, depósitos em conta corrente, programa de apadrinhamento e campanhas diversas. Estas também são imprescindíveis para manter a instituição, pois, atualmente, nossos maiores gastos referem-se aos funcionários 
(mais de 50), nem todos cobertos pelos convênios e eventuais projetos (estes, inclusive, possuem custos pré-determinados e períodos específicos com início, meio e fim). 

Unidos, todos estes “presentes” que recebemos fazem com que, por exemplo, não atrasemos os salários dos profissionais e mais ainda, que possamos arcar com todas as obrigações administrativas como taxas de água, luz, telefone, IPTU, transporte, dentre outras que a instituição faz questão de manter em dia, por questões contratuais, transparência e respeito aos nossos mantenedores, colaboradores, parceiros e patrocinadores. Enfim, todas estas doações compõem a base da nossa Casa, sem a qual ela não poderia existir, uma vez que arcar com estes custos seria impossível para uma entidade beneficente do nosso porte.

Logo, é importante lembrarmos que precisamos – e muito – de sua participação para continuarmos a ajudar as 277 crianças e adolescentes atendidos gratuitamente na OSDM, como também os pequenos do abrigo Casa Lar. Participe sendo um sócio colaborador fazendo sua doação mensal espontânea!

Sem a colaboração e boa vontade daqueles que acreditam que é possível, seria impossível fazermos parte da mesma rede “Queremos um Mundo Melhor!”.

Desde já, agradecemos a todos que, por algum motivo, ajudam financeiramente e vibram positivamente para as vitórias da Obra Social Dona Meca, que nada mais é do que a vitória das crianças com deficiência, de suas famílias, dos trabalhadores incansáveis desta obra, dos nossos colaboradores, enfim, a vitória do amor ao próximo, como nosso mestre Jesus nos ensinou. 

Orientações

A Obra Social Dona Meca recebeu a visita de alunos do Campus R9, da Estácio. No dia 23 de maio, eles promoveram palestras para os pais e responsáveis das crianças atendidas.

Variados temas foram abordados como cuidados com a higiene pessoal, desenvolvimento psicomotor, interação social, entre outros.
Esse intercâmbio entre a instituição e os acadêmicos fortalece o movimento de conscientização para o atendimento às pessoas com deficiência, além de confirmar o reconhecimento da OSDM na sociedade. 

Agradecemos a oportunidade da troca de experiências e a atenção da universidade.

Também com o intuito de orientar os pais, entre os dias 20 e 24 de maio, foi realizada a Semana da Fisioterapia Respiratória. A terapeuta Fernanda Santana explicou o funcionamento do setor – que recebe o apoio daFundação para a Infância e Adolescência (FIA), através do Projeto Atenção Especial -, o seu objetivo e a importância de começar um atendimento desde os primeiros meses das crianças.

Os responsáveis receberam dicas de como prevenir doenças respiratórias. A profissional explanou sobre fatores que podem prejudicar a saúde das crianças como fumar dentro de casa, aglomerações, umidades, cômodos com pouca ventilação… Enfim, informaçõesde como melhorar o ambiente do lar e mudar alguns hábitos para uma melhor qualidade de vida dos nossos pequenos e suas famílias.

Parabéns ao Setor de Fisioterapia Respiratória pelo trabalho realizado. 

Semana da Psicomotricidade

Entre os dias 15 e 19 de abril, aconteceu a Semana de Orientação da Psicomotricidade, com o Tema “Memória, Atenção e Concentração”.

Através de jogos e dinâmicas, os responsáveis puderam vivenciar e aprender um pouco do trabalho que é realizado no Setor de Psicomotricidade da OSDM. As profissionais Roberta Lopes e Maíra Zille explicaram o conceito de psicomotricidade, a importância desta terapia na educação infantil, a contribuição para o desenvolvimento afetivo, físico e cognitivo das crianças ecomo ela está vinculada ao processo de alfabetização, entre outras considerações.

Leia a Matéria na Integra

Bazar dia das Mães

Realizamos, nos dias 09 e 10 de maio, o Bazar Dia das Mães. Promoções incríveis de produtos novos como roupas, calçados, acessórios e artesanatos fizeram sucesso entre os visitantes.

Artesã de bijuterias há mais de 15 anos, e doze como expositora nos eventos da instituição, Maria das Graças fala dessa experiência:“Participar dos bazares da OSDM traz dois benefícios: O primeiro, é a vitrine para os vendedores. Sempre aumentamos nossa clientela e o retorno é garantido. Segundo, é maravilhoso estar neste espaço! Eu gosto da casa, de seus fundamentos, das pessoas envolvidas. Eu sempre procuro trazer minhas clientes para conhecer a instituição e seu trabalho. Algumas, inclusive, já se tornaram voluntárias em alguns momentos.”

Eventos como este têm o intuito de apresentar a nossa instituição e arrecadar fundos para a sustentabilidade da OSDM. Assim, continuamos a oferecer atendimento gratuito a mais de 270 crianças e adolescentes com deficiência em diversas terapias. Os pequenos atendidos em nossa instituição também apresentaram seus produtos – resultado do trabalho realizado na Terapia Ocupacional e Oficina de Artes.

Agradecemos a participação dos expositores e dos profissionais envolvidos no sucesso deste evento.

Copinha Campeões da Vida

A Obra Social Dona Meca escreveu, no último dia 25, mais um belo capítulo da sua história: a Copinha Campeões da Vida.

O primeiro evento esportivo da instituição foi planejado e preparado há mais de um mês e teve a participação de toda a equipe da OSDM, com importante apoio das mães da Casa

Leia a Matéria na Integra

Projeto Esportes Sem limites

A preocupação da Obra Social Dona Meca com a verdadeira inclusão social a fez perceber que os atendimentos precisavam de atividades complementares que proporcionassem a continuidade da evolução de nossas crianças atendidas, muitas das quais, atualmente, já adolescentes, ainda necessitam ser estimuladas de outras formas para não regredirem seus quadros, já tão desenvolvidos pelos contínuos anos de terapias.

Leia a Matéria na Integra
Página 21 de 21« Primeira...10...1718192021